Com onda de violência tomando conta do AP, Waldez gasta mais em propaganda do que na PM e PC

Só para se ter uma ideia até maio deste ano, a comunicação do governo Waldez Góes gastou R$ 9.356.343,73 em publicidade

0 23
Para compreender os motivos pelos quais o Amapá ocupa os primeiros lugares no ranking da violência no Brasil basta olhar o Portal da Transparência do Governo do Amapá e comparar quanto o governador Waldez Góes (PDT) gasta com a segurança pública e quanto é investido na Secretaria de Estado da Comunicação.
Só para se ter uma ideia até maio deste ano, a comunicação do governo Waldez Góes gastou R$ 9.356.343,73 em publicidade.
No entanto, para a Polícia Militar do Amapá, responsável pela segurança do cidadão, o valor pago no mesmo período foi de R$ 5.936.458,69. Já a para a Polícia Civil, que entre outras atividades, é responsável pelas as investigações e combate a facções e tráfico de drogas o valor pago foi de R$ 2.111.114,65.
O resultado dessa falta de investimento na segurança pública foi vista no relatório do Monitor da Violência do G1, feito em parceria com o Núcleo de Estudos da Violência da USP e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, onde o Amapá apareceu em 2021 com alta de 19% nos assassinatos em meio à disputa entre facções criminosas, era o 2° estado do país em mortes violentas por cada 100 mil habitantes, apesar de ter havido queda nestes índices nos primeiros quatro meses de 2022, uma tendência nacional segundo a pesquisa, o mês de maio de 2022 no Amapá tem sido marcado por assaltos em escolas e assaltos seguidos de mortes uma verdadeira escalada de violência no Amapá que inclusive tem gerado protestos da população e de estudantes.
“Nós amapaenses estávamos vivendo uma onda de violência. São assaltos acontecendo em nossas escolas e outras violências virando rotina no Amapá. Enquanto isso o governador Waldez deixa de investir em segurança para investir em propaganda total inversão de prioridades”, reclamou o advogado Juliano Del Castilo após consultar o Portal da Transparência e ver a disparidade dos gastos.
Para ficar por dentro dos gastos: acesse
Em seguida clique em Despesas e depois em Despesa por órgão detalhado. Escolha o ano e depois no órgão que deseja pesquisar.
Comentários
Carregando...