‘Estão reconhecendo nosso trabalho’, diz macapaense sobre ações do Dia Municipal do Batedor de Açaí

Prefeitura de Macapá promove evento em homenagem aos profissionais da cadeia produtiva do fruto

0 10

Nesta terça-feira (17), a Prefeitura de Macapá realizou uma programação especial para celebrar o Dia Municipal do Batedor de Açaí na capital, com atrações artísticas, feira de biojoias, além da degustação de vinho e café e distribuições de mudas do fruto. O evento teve como objetivo valorizar o trabalho desenvolvido pelos profissionais do setor.

“Sinto que estão reconhecendo o nosso trabalho, de saber que a gente existe e que agora temos um dia só nosso. É muito importante essa data para a gente que trabalha com açaí. É uma profissão que tem seus altos e baixos, mas vivemos disso e geramos emprego e renda para outras pessoas”, diz o batedor de açaí, Nilton Cardoso, 43 anos.

FOTOS: Dia Municipal do Batedor de Açaí em Macapá é celebrado nesta sexta-feira (17)

A data é regulamentada pela Lei de nº 2.476, de 13 de julho de 2021, de autoria da vereadora Janete Capiberibe. Além disso, o setor também é reconhecido através da Lei nº 2. 466, de 2 de julho de 2021, que instituiu a batedeira de açaí como essencial para a economia e alimentação.

Sérgio Batista, 52 anos, decidiu apostar na produção do açaí, após passar por outras profissões de forma autônoma ao longo da vida. Para ele, é um orgulho trabalhar com um dos produtos da base da alimentação de todo o estado.

“Eu venho aqui na feira do açaí quase todo dia. Compro aqui para levar para a batedeira e vender. Há um mês tem sido o meu meio de sobrevivência porque o emprego está difícil. Então, o açaí é um meio que dá para gente defender o nosso dinheiro do dia a dia. O açaí é muito saboroso, vendável e todo mundo quer tomar”, conta.

Nilson Nogueira, 46 anos, é um dos profissionais que atuam de forma intermediária na comercialização do fruto. Ele compra dos extrativistas e transporta até capital para então vender para os batedores.

“A gente está tendo uma visibilidade agora, coisa que não existia muito antes. Espero que essa valorização continue porque é bom para mim, para os batedores, para todo mundo que trabalha nesse meio mesmo na informalização”, afirma Nilson.

Dados
Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Macapá é o maior produtor de açaí do estado, com 757 toneladas ou 24,7% do total amapaense. As informações mais recentes são do índice Produção da Extração Vegetal e da Silvicultura (PEVS) 2020.

Comentários
Carregando...