Prefeitura de Macapá reforça imunização contra o sarampo nas UBSs; município registrou 9 casos

Secretaria Municipal de Saúde planeja vacinação volante na capital

0 8

O Departamento de Vigilância Epidemiológica de Macapá divulgou dados sobre os casos de sarampo no município. De janeiro a março, foram registradas 14 notificações, sendo 9 confirmadas para doença, que é contagiosa e pode ser evitada com a vacinação.

Os bairros com casos confirmados são Santa Rita, com possui dois registros. Centro, Jardim Marco Zero, Buritizal, Ipê, Brasil Novo, Parque dos Buritis e Conjunto Macapaba, com um caso confirmado em cada.

Diante desse cenário, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vem reforçando as estratégias de imunização, por meio da atualização da caderneta vacinal, que acontece em pontos diferenciados da capital, como igrejas, escolas e arenas, além de orientar a população para a busca do imunizante nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

“A doença atinge todas as idades, por isso, existe a preocupação de imunizar crianças e adultos. Nas unidades de saúde o serviço é ofertado nos turnos da manhã e tarde, de segunda a sexta-feira”, informa o subsecretário de Vigilância em Saúde, Kleverton Siqueira.

Além dessas ações, a Prefeitura de Macapá planeja a imunização volante, que trabalha com a varredura em locais que apresentam alto índice do sarampo. “Precisamos fazer o bloqueio da doença. Pessoas de 6 meses até 59 anos devem ser imunizadas”, completa o subsecretário.

Já nas UBSs a recomendação é para os profissionais da saúde, a secretaria orienta a notificação de casos suspeitos em até 24h, que deve ser feita para o Departamento de Vigilância Epidemiológica, para investigação imediata e busca de novos casos suspeitos.

A transmissão do vírus acontece de pessoa para pessoa, por meio da tosse, espirro ou fala daquele que estiver contaminado. Os sintomas são febre, tosse, manchas avermelhadas, dores no corpo, coriza e conjuntivite.

Comentários
Carregando...