Prefeitura de Macapá repassa R$ 80 mil para realização do Ciclo do Marabaixo 2022

A festividade será marcada com o retorno do público presencial

0 22

Na manhã desta terça-feira (12), a Prefeitura de Macapá repassou o valor de R$ 80 mil para os grupos tradicionais que participarão do Ciclo do Marabaixo 2022. A cerimônia ocorreu na praça em frente ao prédio da instituição e foi embalada com muito batuque e marabaixo.

O recurso é oriundo do Fundo Municipal de Cultura e garante o pagamento dos cachês de 20 grupos de Marabaixo. Anualmente, a Prefeitura de Macapá tem sido um dos grandes apoiadores da realização da festividade, que após dois anos no formato online, retorna presencialmente no próximo sábado, dia 16 de abril.

“Temos o dever de cada vez mais incentivar nossa cultura, nossas produções, nossas raízes e com a retomada do ciclo de forma presencial, o evento vai ser maravilhoso. Continuaremos incentivando cada vez mais a ocupação dos nossos espaços como Bioparque, Shopping Popular e Mercado Central”, diz o prefeito de Macapá, Dr. Furlan.

Para o presidente da Fundação Municipal de Cultura (Fumcult), Olavo Almeida, esse tipo de investimento contribui para a disseminação e preservação de manifestações culturais tradicionais da capital amapaense.

“Tudo que envolve o Marabaixo deve ser fomentado, pois garante que as novas gerações saibam que existe uma história com dois séculos de construção dessa cultura que precisa ser preservada. Os jovens precisam saber e quem não conhece também precisa saber que nós temos uma expressão cultural muito forte”, disse Olavo.

De acordo com o gestor da Fumcult, o recurso já está em conta para ser aplicado e além do apoio financeiro, a Prefeitura de Macapá fará outras ações durante a festividade, que serão executadas pelo Instituto Municipal de Promoção da Igualdade Racial (Improir).

A marabaxeira Laura Ramos, conhecida como Laura do Marabaixo, comenta que a manifestação tem importância para construção histórica, social, cultural e política da sociedade.

“É uma manifestação de resistência, na qual pronunciamos os versos de ladrões com satisfação ou insatisfação, e assim nos posicionamos na sociedade. O dia de hoje é importante não só pra mim, mas para todos os marabaixeiros, em especial aos advindos das casas tradicionais como Raízes da Favela, Raimundo Ladislau, Marabaixo do Pavão, Berço do Marabaixo da favela e os demais grupos”, afirma.

Grupos de Marabaixo festejam na Praça da Prefeitura de Macapá | Foto: Rogério Lameira/PMM

Confira a Programação do Ciclo do Marabaixo 2022

Dia 16 de abril, sábado
17h – Abertura do Ciclo do Marabaixo 2022 (Grupo Berço do Marabaixo)/híbrido (online e presencial);

Dia 17 de abril, domingo
17h – Programação religiosa e roda de Marabaixo (Grupo Raimundo Ladislau)/presencial;

Dia 1° de maio, domingo
17h – Marabaixo do Trabalhador, grupo Berço do Marabaixo/presencial;

Dia 8 de maio, domingo
17h – Marabaixo em comemoração ao Dia das Mães (Grupo Raízes da Favela) /presencial;

Dia 21 de maio (sábado):
9h – Corte do Mastro nas matas do Curiaú (todos os grupos) /presencial;

Dia 22 de maio (domingo):
9h – Domingo do Mastro, com saída do barracão Marabaixo do Pavão e chegada no barracão Raimundo Ladislau; saída do grupo Raízes da Favela e chegada no grupo Berço do Marabaixo (transmissão via live pela internet);
18h – Rodas de marabaixo (evento presencial);

Dia 25 de maio (quarta-feira):
17h – Quarta-feira da Murta, saída do Raimundo Ladislau e chegada no Marabaixo do Pavão/presencial;

Dia 26 de maio (quinta-feira):
17h – Ladainha do Divino Espírito Santo e levantamento do Mastro (Marabaixo do Pavão e Raimundo Ladislau) /híbrido (online e presencial);

Dia 5 de junho, domingo
7h – Missa do Divino Espírito Santo, café da manhã e almoço (Igrejas São Benedito e Jesus de Nazaré e barracões);
17h – Murta da Santíssima Trindade; saída do Berço do Marabaixo e chegada no Raízes da Favela/presencial;

Dia 4 de junho (sábado):
17h – Murta da Trindade e Levantação do Mastro (Comunidade de Campina Grande) /presencial;

Dia 6 de junho (segunda-feira):
18h – Ladainha da Santíssima Trindade, levantação do Mastro (Raízes da Favela) /híbrido (online e presencial);

Dia 12 de junho (domingo):
7h – Domingo da Trindade; Missa no Barracão Berço do Marabaixo, café da manhã e almoço (Igreja Santíssima Trindade e barracões) /presencial;

Dia 19 de junho (domingo):
17h30 – Domingo do Senhor, corte do mastro e encerramento do Ciclo do Marabaixo 2022 (todos os barracões) /híbrido (online e presencial).

Comentários
Carregando...