Prefeitura de Macapá terá cooperação para criação de cartilha de direitos da pessoa autista

Projeto será realizado através de um Termo de Cooperação Técnica e Institucional entre representantes de instituições públicas e privadas

0 8

A Prefeitura de Macapá assina nesta quarta-feira (20), um Termo de Cooperação Técnica e Institucional para a construção de uma cartilha de direitos das pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA). A iniciativa acontece junto a um seminário que busca criar diálogo entre órgãos responsáveis pela rede de atendimento dos autistas.

O momento de troca de conhecimento e debate pela inclusão é fruto da parceria entre as secretarias municipais de Direitos Humanos (SemDH) e de Educação (Semed). O evento inicia às 14h, no Sebrae, e será aberto ao público, mas terá como alvo instituições públicas e privadas, além de pais de alunos.

“A cartilha não será específica apenas para a educação, mas para a sociedade, para que todos tenham consciência dos direcionamentos que devem ser tomados, além de informar os direitos que crianças e jovens com TEA possuem”, contou o coordenador municipal de Políticas de Pessoa com Deficiência e Idoso, Ruan Linconl.

Coordenador municipal de Políticas de Pessoa com Deficiência e Idoso, Ruan Linconl | Foto: Bruno Nascimento/PMM

O encontro contará ainda com a participação de representantes das secretarias e conselhos municipal e estadual de Educação, Ministério Público do Amapá (MP-AP), Associação dos Pais e Amigos Autistas do Amapá (AMA), Câmara Municipal de Macapá (CMM) e Assembleia Legislativa do Estado do Amapá (Alap).

“Queremos trazer os diversos atores públicos e privados para um diálogo sobre a importância da inclusão educacional das pessoas com TEA e entender a função de cada instituição, além de conhecer o trabalho que desenvolvem”, acrescentou Linconl.

Abril Azul
O mês de abril é dedicado à conscientização do autismo e o Município atua para tornar a cidade mais inclusiva. Recentemente, houve o acender das luzes azuis no prédio da Prefeitura de Macapá, Mercado Central e Bioparque, além do lançamento do programa “Nutrição com TEA”. Ainda neste ano, também haverá a caderneta de alimentação inclusiva e a inauguração da primeira clínica-escola para autistas.

Comentários
Carregando...